Twitter, Facebook, Whatsapp e outras redes sociais “tradicionais” estão perdendo seguidores aos montes, a cada minuto.

Os usuários perceberam que a censura que fazem contra quem pensa diferente dos seus donos é descarada e, com isso, estão migrando em peso para as redes alternativas, abertas para o pensamento e os sentimentos da imensa maioria das pessoas, no Brasil e no mundo. Telegram, Parler, CCore, Gab, entre outras, são essas redes, chamadas de “conservadoras”.

Mas existe um perigo nisso: se abandonarmos totalmente as redes tradiconais e formos todos para as alternativas, corremos o sério risco de sofrer uma guetificação! Isto é, os inimigos nos encurralam lá nos “guetos” (as redes conservadoras), depois derrubam tudo e, por fim, nós perdemos totalmente o contato uns com os outros, nos calando completamente.

O que devemos fazer então?

Sugiro não sairmos das grandes redes e continuarmos postando somente coisas “infofensivas” nelas, só para não sermos censurados. Mas, nas redes conservadoras, aí sim, lascamos o couro à vontade.

Estamos em guerra. E, em uma guerra, precisamos garantir todos os territórios possíveis.

*A propósito, siga-nos também >> Telegram | CCore

União

 

Deixe seu comentário: