Para o jornalista Guilherme Fiuza, o isolamento total (defendido por alguns governadores metidos a tiranos), é uma forma de asfixiar, não o coronavírus, mas as pessoas e a economia do país. Cadê os dados sobre a eficiência do isolamento? Deveremos ficar isolados até morrermos de fome?

Nesse show mórbido, as mortes por “asfixia social” serão maiores do que qualquer epidemia alardeada. Entenda:

Deixe seu comentário: