Os ditadores golpistas usam o vírus da covid para fechar igrejas, com o argumento de evitar aglomerações, mas permitem que ônibus lotados circulem livremente nas ruas das cidades. Porém, o pastor Eduardo Silva, da Igreja Evangélica Ministério Aviva, de São Paulo, teve uma brilhante ideia: reuniu um grupo de fiéis, providenciou um ônibus e realizou seu culto tranquilamente, sem ferir as “normas” ditatoriais. Confira:

Deixe seu comentário: